sábado, 10 de outubro de 2009

Quem não sabe, Googla!

Postado por Lily Luz às 09:02

Pra mim vale a máxima: "Quem não sabe, Googla". E como eu não sei de 1 zilhão de coisas, eu preciso muuuuuito do Google. Acho que não consigo mais viver sem ele. Pesquisando sobre o próprio, descobri o porque do nome, é bem interessante, veja:

O nome Google foi escolhido devido a expressão "googol", que representa o número 1 seguido de 100 zeros, para demonstrar assim a imensidão da Web.

A expressão googol surgiu de um fato um tanto curioso. Em 1938, o matemático Edward Kasner, da Universidade da Columbia, pediu ao seu sobrinho Milton Sirotta (1929-1981), então com oito anos, que inventasse um nome para dar a um número muito grande, mais precisamente à centésima potência do número 10, isto é, a unidade seguida de 100 zeros. Um número muito grande, mas não infinito. O pequeno Milton Sirotta emitiu um som de resposta que Kasner traduziu por "googol".
O googol (lê-se gugol - sua forma de escrita em Portugal) é o número 10^100, ou seja, o dígito 1 seguido de cem zeros.

Segundo o documentário do Biography Channel sobre os criadores do Google, quando o primeiro investidor da empresa passou um cheque de 100 mil dólares perguntou a que ordem o devia passar. Brin e Page disseram que estavam a pensar dar o nome de "Googol" à empresa, mas o empresário, possivelmente por ignorância, escreveu "Google", obrigando, assim, a que a empresa tivesse este nome.

Acho que é por isso que quando buscamos algo, aparece a palavra Gooooooooogle, cheia de bolinhas como se fosses os zeros do numeral mencionado. Legal,né?

Deixando a história toda de lado, vamos ao nosso dia a dia com o buscador.
Muitas pessoas ainda não entenderam que bastam algumas palavras pra encontrar uma resposta no Google. Por exemplo. Se eu quero saber em que dia aconteceu a Independência do Brasil, eu pesquiso (data independencia brasil). Mas tem gente que coloca: "Em que dia aconteceu a independencia do brasil?". Um dia desses alguém chegou no meu blog interessado em saber o que os participantes do Limite comeram naquela prova das comidas exóticas, ele escreveu: "O que as pessoas de No Limite comeram de nojento no dia da prova da comida?". Eles substimam a inteligência que o Google tem de filtrar os textos com poucas palavras. E sempre usam a interrogação no final pro buscador saber que aquilo é uma pergunta.

Uma outra pessoa interessada em fotos de mulheres nuas resolveu procurar assim: "Quero fotos de mulheres nuas. Como vieram ao mundo". Ah! bem relevante dizer que é como vieram o mundo. A pessoa ainda ajuda o Google, né?

Agora o pior tipo de pessoa que usa o buscador, é o tipo sozinha, que não tem amigos, deprimida e que se apegou tanto ao Google, que conversa, pede conselhos. Não acredita?
Veja só. Uma pessoa chegou até meu blog colocando assim na busca do Google:
"Quero parar de falar mal da vida alheia"
Não é de dar dó? Coitada...quer parar de falar mal da vida dos outros e pediu conselhos ao Google.
Eu não sei se ela obteve ajuda ou se o resultado da busca foi:
"Como cortar sua língua sem sentir dor."

*********************************

"Quero me encontrar, mas não sei onde estou
Vem comigo procurar algum lugar mais calmo
Longe dessa confusão e dessa gente que não se respeita
Tenho quase certeza que eu não sou daqui"
(Meninos e Meninas - álbum Quatro Estações - 1989)

7 comentários:

Carol on 10 de outubro de 2009 09:33 disse...

Também não consigo mais viver sem o google!
Na verdade é a internet inteira, mas o google é muuuuuito bom pra gente descobrir o que fazer na internet
hahahaha

Sou daquelas: "O google tudo sabe e o photoshop tudo faz!"
hahahah

Beijos!

Fernanda Reali on 10 de outubro de 2009 09:50 disse...

Amiga, amei o post! nunca tinha pensado nisso, embora use o google mil vezes ao dia. Agora, eu te pergunto: como é que a gente foi à escola, fez vestibular e se formou sem google? Eu passei hooooras na biblioteca, eu tomava ônibus para ir em outras bibliotecas, caso na minha nçao tivesse o material que eu queria... Como pode?

O google, de certa maneira, realiza meu sonho de teletransporte. Eu quero ver uma imagem de NY ou da Praia do Forte, clic, fui. Muito bom!

A humanidade sempre consultou oráculos. Este é o nosso, do séc XX (porque o XXI está só começando, e muitas novidade virá).

Bjs

Elis (Coisas de Lily) on 10 de outubro de 2009 11:02 disse...

Carol..
"O google tudo sabe e o photoshop tudo faz!"
Essa merece outro post, muito boa!!!
beijos!

Elis (Coisas de Lily) on 10 de outubro de 2009 11:05 disse...

Fe, gostei da comparaçao com óráculos, é bem isso mesmos. Eu fico louca quando quero descobrir alguma coisa, ou tirar uma dúvida e não tem como acessar o Google na hora.

Eu sou uma lesada com celular, nunca naveguei por ele, nem sei se tem como no meu. Mas se um dia eu aprender, ninguém me segura mais...rsrs...

Beijos!

§Kellen§Fanchini§ on 10 de outubro de 2009 18:34 disse...

Então traduzindo o nome do google seria ZILHÃO.. legal!!

Blog da Fatima on 10 de outubro de 2009 19:32 disse...

Tbem não vivo sem o google.
É ele pra tudo...
Sempre digo..se não está no google é pq não existe!!!

Bonitinha a história dele né??

bjso no ♥

Ana Carolina disse...

Eu também não vivo sem o Google!
Alias não vivo sem internet, mas o Google e Youtube são essencias para minha vida, adooorooo!!!

Bjokas Carol

 

Coisas de Lily Copyright © 2010 Designed by Elis