sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Minha bênção!

Postado por Lily Luz às 09:43

Hoje, meu filho, único e amado, faz 11 anos.
Não é porque a cria é minha, mas meu filho é nota 1000.
Alexandre é um exemplo de filho.

Posso dizer que meu filho é um abençoado.
E peço muito a Deus que continue abençoando meu pequenino.
Deixa eu contar só um pouquinho de como Deus tem abençoado meu filho.



Quando o Alexandre nasceu, ele estava enrolado no cordão umbilical. Eu não sabia disso. Mas se eu não optasse em tê-lo no dia 21 e deixasse pra tê-lo no dia 24 , como o sugerido pelos médicos, meu filho poderia não estar aqui comigo. Mas Deus estava a frente de tudo e nos iluminou.


Com 15 dias, fizemos um exame de sangue, porque ele tava amarelinho e precisávamos saber o grau de icterícia. Pra meu desespero o resultado foi alarmante. O nível de bilirrubina no sangue dele era muito alto,e em um recém-nascido pode causar danos cerebrais (conhecido como kernicterus), perda auditiva, problemas com os músculos que movem os olhos, anormalidades físicas, e até mesmo a morte.

Naquele mesmo dia fui parar na Samci, já com o pedido de internação.

Colocaram ele pra tomar banho de luz e de tempos em tempos eles vinham colher novas amostras de sangue.

Naquela noite eu não dormi nada e só pedia a Deus pra que tudo desse certo e que meu baby ficasse bom.

No dia seguinte o médico de plantão veio e me falou que achava tudo muito estranho, porque meu filho tava amarelinho sim, mas super normal, e que ele já tinha visto crianças com bilirrubina alta em que a pele é quase laranja, e os olhos também. Meu filho parecia super bem. Perguntei pelos exames e ele me disse que teria que fazer mais uns 2, porque nenhum que eles haviam feito batia com o primeiro que deu as doses altas. Já cri num milagre de Deus.

Mas deu muita peninha do meu filho ali, já sem veia pra furar, como ele e eu chorávamos naquele hospital!

Mas a boa notícia veio a noite. Recebemos alta porque os exames estavam todos normais. E o médico nos instruiu a processar o laboratório, porque com a diferença entre os exames só podia ter sido negligência. Preferi acreditar no milagre.


Quando o Alexandre fez 2 aninhos, a pediatra sugeriu que ele fizesse postectomia. Me preocupei, porque criança nessa idade é tão agitada, e ele teria que ficar de repouso. De certa forma, só o fato de ser uma cirugia já nos preocupa. No dia da operação, antes de entregá-lo a cirurgiã eu disse pra ele que ia ficar tudo bem, então ele cantou pra mim:
"Meu barco é pequeno, tão grande é o mar, Jesus segura minha mão. Ele é meu piloto e tudo vai bem..."
Como eu poderia não ter fé, se a fé do meu pequeno era enorme??

Ele se recuperou super bem, foi paparicado pelas tias e pelos avós, durante muito tempo ele ficava perguntando quando ia operar de novo, só pra ficar de boa vida na cama, vendo desenho o dia inteiro e recebendo visitas e presentes. Folgado!
Alexandre sempre gostou de computador. Eu coloquei vários sites infantis no favoritos do computador dele, e ele entrava todo dia pra brincar.

Um dia ele veio me falar que o Cartoon Network tava fazendo um concurso em que a criança tinha que criar um final pra uma historinha do Senninha. Eles davam o começo e o meio e a criança criava o resto, então depois a historinha viraria um filminho. Não me lembro, mas acho que tinha prêmios até pra quarta melhor história.

Ele tinha só 5 anos, ainda não sabia ler nem escrever, pediu que eu o cadastrasse porque ele tinha o final pra história.

-Você escreve pra mim, mamãe?

Lá fomos nós. Ele ditava e eu escrevia. Como ele sempre foi criativo, eu não me surpreendi com o final que ele inventou, achei divertido e apropriado pra cena.

Acontece que esquecemos disso, passou uns 2 meses e nem lembrávamos mais. Nem havíamos contado pro meu marido. Numa noite ele lembrou.

-Mãe! E o concurso??? Do Senninha!!!

Então contamos pro meu marido e falei com ele que no dia seguinte eu entraria no site pra saber se já havia saido a lista dos ganhadores.

Nem precisou.

No café da manhã, o telefone tocou e meu marido atendeu. A mocinha perguntou se era da casa do Alexandre; meu marido disse que sim e começou a ficar com o olho arregalado, e eu sem entender nada. Mas parecia que era uma coisa boa.

Então a mocinha perguntou se meu marido estava ciente de que o Alexandre havia participado de um concurso, (ainda bem que contamos pra ele), ele disse que sim e ela continuou...

-Senhor, seu filho concorreu com mais de 2000 pessoas com idades até 17 anos, e a banca de jurados decidiu por unanimidade que o primeiro lugar é do seu filho.

Nem preciso dizer que fiquei sem ação, não sabia se ria ou se chorava (eu choro por tudo gente), ele ficou feliz, mas eu e o pai não nos contíamos de orgulho. Alguns dias depois os prêmios chegaram na nossa casa. Vejam a carinha de feliz dele.



Mais uma bênção na vida do meu filhote.
Quando ele completou 6 anos eu decidi que ia tentar uma vaga no Colégio Pedro II, quem é do Rio sabe a fama que o colégio tem, e da dificuldade que é de se passar nas provas. Como na idade dele eu podia tentar sorteio, não pestanejei. A inscrição dele eu me lembro até hoje, era a de número 1515. Eram só 158 vagas pra mais de 2000 inscritos.

Eu estava lá no dia do sorteio, confiante, mas sabendo que Deus é quem sabe o melhor pra nós. E pra Deus o melhor era ele ser sorteado!!! Chorei tanto (novidade) ao ouvir o número dele, que não conseguia dar a notícia pra meu marido no telefone.


Hoje ele está no quinto ano, e é um ótimo aluno.

Bem...tem mais bênçãos pra contar, eu ficaria aqui por muito tempo.

Ele é BÊNÇÃO na minha vida.
Eu queria muito compartilhar isso com vocês.

17 comentários:

Anônimo disse...

Lily, que lindo!!! Seu filhote, sua BÊNÇÃO, sua fé, suas histórias reais e emocionantes... acho q Deus realmente criou a MULHER com um defeito muiiiito grande: choramos por tudo... tô chorando de emoção com seu texto... Parabéns ao Alê (já tô íntima) e prá vc e seu marido, que com certeza, são pais maravilhosos... lembre-se q tudo é consequência... plantando, colhemos... TUDIBOM prá todos... Bjs. Sel

Daniela Ribas Paim on 21 de agosto de 2009 11:57 disse...

Realmente ele é lindo, que Deus sempre o proteja, dê muita saúde e continue dando muitas alegrias, bkss e PARABÉNS!!!!!

maria teresa on 21 de agosto de 2009 11:58 disse...

Querids Parabens ao seu filho Alexandre, que deus continueão o abençoando, ele é mto fofo, então hj tem festa né, mta saude e felicidade pra esse garotão, bjokas

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 12:02 disse...

Sel, obrigada pelas palavras.
Você acredita que tô escrevendo esse post tem 1 semana? Toda hora eu paro porque me emociono muito. Deus me criou com esse "defeito" eu dobro, eu acho :-)
beijos e obrigada de novo.

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 12:03 disse...

Dani, brigadão mesmo.
Vc é um amor.
bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 12:05 disse...

Maite, todo dia é dia de festa nessa casa. Mas hoje é epecial, claro!
O telefone já tocou não sei quantas vezes, meus pais estão vindo pra cá...enfim, é um dia especial sim!
Obrigada querida,
beijos!

Fernanda Reali disse...

Disse a Marília Gabriela: pimenteira não dá rosas!

Claro que o fruto não poderia carir longe do pé e o filhote puxou à mãe!!!

Parabéns, tudo de bom sempre.
Bjs

luci disse...

Elis:
Parabéns!!! Alexandre deve ser um menino muito feliz por ter uma mãe como você!
As coincidências nos perseguem querida: também tenho um filho e se chama Alexandre! Que Deus dê muita saúde, paz, realizações, amor e sabedoria a seu filho. Que ilumine sempre seu caminho e esteja ao seu lado nos momentos difíceis. E, que Ele te dê muitos anos de vida prá que você assista o crescimento do Alexandre: físico e espiritual!
Beijos pro Alexandre e prá você!

BECA on 21 de agosto de 2009 17:16 disse...

Elis, to chorando aqui, ... muito lindo esta história dele, de vocês. Parabéns para ele, que Deus continue abençoando vcs. Tenho 2 filhos que são a minha vida e muito abençoados tbém, quase fiquei desidratada aqui, hehehe. BJsssssssss

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 18:22 disse...

Fernanda...
Obrigada querida. Lindas palavras.
bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 18:23 disse...

Luci, que os ajnos passem e digam amém!
Obrigada por tudo.
Obrigada pelas palavras.
Obrigada por sua amizade.
Vc só tem o Alexandre??
bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 18:26 disse...

Beca, nem fale em desidratação... rsrs.. hoje eu tô tão sensível!
Obrigada minha florzinha, pela sensibilidade e carinho.
Deus abençoe sua família.
bjs!

luci disse...

Elis:
Só tenho o Alexandre, que hoje tem 33 anos e é jornalista; e, me deu uma neta linda chamada Júlia ( nome da minha mãe ).Ele também chegou ¨chegando ¨ ! Rsrsrs. Veio de 8 meses e me assustou muito; mas, eles são ótimos né?
Chorar de alegria é a melhor coisa da vida! Chora mesmo, é a vitória de tantas lutas!
Mais beijos para os dois!

Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 19:20 disse...

Luci, acho que a emoção de ser avó, não deve ser diferente de ser mãe,né? Imagino sua emoção com a Júlia. Parabéns!
Bjs!!

Blog da Fatima on 21 de agosto de 2009 21:19 disse...

Elis!!!
Parabéns amiga!!!Filhos são sempre uma benção em nossa vida, Que esse meninão te dê ainda muito orgulho, o que eu não duvido, espera que tem muito mais baldes de lágrimas de felicidade pra chorar!! Imagina qdo ele estiver na faculdade, casado, e os netos??? A parte dos netos ainda não passei , mas o as outras sim, e até hj meu peito infla de orgulho da minha filhotinha!!!Acredita, os filhos nunca crescem pra gente, pra mim ela será sempre meu bebê. Eu a chamo de bebê até hoje!!! Dependendo do lugar que a gente tá ela até me xinga, diz que eu a faço pagar mico, mas nem tô, eu chamo mesmo!!! heheheh
Bjs no ♥

Blog da Fatima on 21 de agosto de 2009 21:20 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Elis (Coisas de Lily) on 21 de agosto de 2009 22:12 disse...

Fátima...obrigada amiga!
Eu espero mesmo chegar com saúde pra ver meus netos. Vou ser uma avó bem coruja!
E sei que meu filho vai ser sempre meu bebê.
Obrigada pelas palavras.
bjs!

 

Coisas de Lily Copyright © 2010 Designed by Elis