domingo, 30 de agosto de 2009

Protesto contra No Limite

Postado por Lily Luz às 09:52

Um grupo de pessoas que luta pelos direitos dos animais se reuniu nesta última sexta-feira em frente ao prédio da Rede Globo de Televisão, em São Paulo, para um protesto contra o programa No Limite. Cenas onde os participantes do reality aparecem comendo animais vivos e matando bichos não agradaram ao grupo.

"Não podemos obrigar a Globo a nada. Sabemos disso. Mas queremos que o povo pense a respeito. Eles vão contra os direitos dos animais muitas vezes", disse Leandro Ferro, de 22 anos, que é formado em Relações Internacionais.

Segundo o rapaz, o grupo ainda fará protestos no Rio de Janeiro, no Espírito Santo e no Rio Grande do Sul. De acordo com informações dos manifestantes, 65 pessoas estão em frente ao prédio da emissora gritando frases como "o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo".

A turma, que costuma organizar manifestações pela internet por intermédio do site Ativismo.com, ainda reclama do incentivo que a emissora dá a rodeios. De acordo com o site, o programa No Limite incita seus participantes a cometerem crimes ambientais, envolvendo a crueldade com animais (como partir peixes vivos ao meio com dentadas, comendo-os ainda vivos; retirar pintos de dentro de ovos, comendo-os em seguida; perseguir e matar galinhas, forjando um falso estado de necessidade), em troca de dinheiro.

Questionado sobre o motivo de ter escolhido a Globo, já que programas internacionais de sobrevivência, como o À Prova de Tudo, da Discovery Chanel, também mostram o uso dos recursos da natureza para sobrevivência, Leandro disse: "A Globo é um símbolo no Brasil e isso é bom para chamar a atenção do público ao maltrato de animais."



Vamos analisar os fatos.

Pode não ser aqui pra gente, mas na Filipinas, é super comum comer o Balut, que é o patinho ainda dentro do ovo, que é cozindo e comido ainda na casca.

Na China é super comum comer bichinhos vivos.
Na Corea, existe um prato chamado Sannakji, que é nada mais nada menos que polvo vivo!
Recomendo a você que um dia queira se aventurar em provar um destes, que mastigue bem antes de engolir, pois as ventosas podem agarrar as paredes da garganta e asfixiar você.


Vejo tudo isso como uma questão de costume.

Pra quem não come carne animal de jeito nenhum, eu eté entendo o asco, a repulsa, o inconformismo com esse tipo de coisa.
Mas nós que comemos desde ovos que seriam pintinhos no futuro, até os boisinhos, carneirinhos fofos e galinhas faceiras!?

Alguém os mata pra gente comer, isso não é cruel??
Ou o fato de comprarmos no mercado já embaladinhos, faz da gente menos cruel e inocentess?

Vamos pessoas...vamos refletir sobre isso!

Mas enquanto não chegamos a uma conclusão, vamos dar uma olhada no vídeo abaixo.
É de um programa chamado Fear Factor, que passa na NBC, tipo No Limite, Jogo Duro.
A prova valia uma Ferrari.


Você enfrentava???

video

16 comentários:

Eleonora on 30 de agosto de 2009 10:25 disse...

Oi Elis

Esse é um assunto super polêmico.
Sou contra a crueldade contra os animais. Se a natureza impõe aos animais que se comam ainda vivos, nós, animais racionais, não temos mais essa exigência.
Já existe tecnologia suficientemente adequada para abate indolor de animais destinados à alimentação.

Mas, confesso que me embrulha o estômago ver a exploração desse tipo de coisa na Tv, por motivos meramente econômicos. Deve haver limites éticos na escolha das provas. Limites que não violem a dignidade humana e a proteção ao meio ambiente.

Gostei do debate que vc lançou. Beijos.

Elis (Coisas de Lily) on 30 de agosto de 2009 10:39 disse...

Oi Lelê, muito bom seu ponto de vista.
Obrigada por deixar aqui sua opinião.
É um assunto muito polêmico mesmo.

Beijinhos!

Mamis on 30 de agosto de 2009 11:32 disse...

Sou contra o mau tratos aos animais, mas se matar pra comer eu como! Mas jamais participaria de um programa onde teria que comer bichos vivos, eca, nem por dinheiro, eu sei que não conseguiria. bjs

Fernanda Reali on 30 de agosto de 2009 13:23 disse...

Elis, eu deixei de ver No Limite porque comeram bichos vivos. Se é um comportamento aceito culturalmente lá em outro lugar, ok, mas na minha TV isso não é aceito.

Eu como animais mortos quando vou a um churrasco, quando faço um peixe no vapor, sim. Mas eu não mato nada para comer e não quero ver alguém devorar outro ser vivo.

Na minha casa, tem coisas que não podem ser vistas, são censuradas por mim, que sou a ditadora-mor daqui. Estas coisas são: crueldade contra animais e violência em geral. Por que? Porque não quero me habituar a ver isso, não quero que se habituem a achar normal e aceitável.

Quero sempre sentir asco e raiva de quem tem comportamento assim. Se passar a assistir, vou acabar me acostumando e aceitando, e não desejo isso. Desejo me chocar e me indignar para sempre contra estes comportamentos.

Bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 30 de agosto de 2009 13:23 disse...

Mamis,

Eu também acho que jamais comeria, mesmo passando por privações, fome, sei lá... nem quero pensar...eca!

Bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 30 de agosto de 2009 13:42 disse...

Fe, vejo um radicalismo da sua parte. Logo nós que pensamos parecidos vamos discordar agora...rsrs..

Vc diz que come os animais mortos, mas que não mata, então tudo bem. Não penso assim. Minha "culpa" não é menor porque não fui eu que matei.

Outra coisa, censurar vai adiantar de que? É bom que seus filhos formem uma opinião sobre isso.
Eu abomino um monte de coisa, estupro, pedofilia...mas permito que meu filho assista as matérias e que depois a gente sente e converse. Com 11 anos, ele já tem uma personalidade muito particular, e se ele daqui pra frente disser pra mim que vai se tornar um vegetariano (duvido muito!) porque não quer comer mais os bichinhos, terei que respeitar.

Como eu respeito a sua opinião, minha flor, não fique triste por eu apenas não concordar, ok??

Beijos!

luci disse...

Elis:
Prá te falar a verdade, eu me sinto menos culpada por consumir aquele que já vem embaladinho!!!Rsrs. Como nosso país não tem essa cultura e tudo é feito em função do dinheiro, além de não aprovar, não vejo essas aberrações gastronômicas.
Pode seguir o desafio japonês que além de gostar, você vai entender tudinho.
Beijocas

Mara on 30 de agosto de 2009 18:33 disse...

É uma questão complicada mesmo...
mas ainda acho que há uma diferença de se matar para comer, e outra que é matar com requintes de crueldade para participar de competição na TV.
enfim... é polêmico mesmo!
se formos pensar, a gente vai ter que viver de ar...

Mara on 30 de agosto de 2009 18:33 disse...

É uma questão complicada mesmo...
mas ainda acho que há uma diferença de se matar para comer, e outra que é matar com requintes de crueldade para participar de competição na TV.
enfim... é polêmico mesmo!
se formos pensar, a gente vai ter que viver de ar...

BECA on 30 de agosto de 2009 21:21 disse...

Elis, é muito complicado isso. Mas comer animais vivos é horrível, nojento, coitados. Pelo menos, quando compramos no mercado, eles já estão lá embaladinhos. Prontos para consumo. Ninguém vai comer galinha viva, boi vivo, etc. E fiquei com muito nojo daquele dia no No limite, não aguentei ver.
Acho justo essa indignação, esse protesto.
Bj.

Blog da Fatima on 31 de agosto de 2009 14:18 disse...

Essa parte do No Limite que acho nojenta!! Argh...comer bichos vivos!!
Sem contar o sofrimento dos pobres bichinhos!! Sou contra esse tipo de coisa...claro tem paises que com sua cultura comem animais vivos!! mas eu acho crueldade!!
Acho cruel, cozinhar o siri vivo!!!Imagina o bichinho morrer naquela água fervendo??? Por amorrr!!!

Elis!!
Gostaria de levar lá para o meu blog o presentinho que tu me deu!!
Tem como??? onde coloco?? Como faço??
Pode me responder por email???
Brigaduuu amoreee
bjs no ♥

Anônimo disse...

Oi Elis!
Assunto difícil mesmo esse... morro de dó qdo vejo aqueles caminhões cheios de galinha q vão p/ os abatedouros... mas confesso q qdo como, procuro não me lembrar disso... sou da turma q come mas não mata em hipótese alguma!
E se formos ver, de fato, não iríamos comer nada além de legumes e frutas...
Agora comer "coisas vivas", seja lá o q for, nunca, jamais, em tempo algum... nojo puro!!!
Boa semana à todos (as). Até. Sel

Elis (Coisas de Lily) on 31 de agosto de 2009 20:50 disse...

Oi Luci, obrigada por comentar.
Vou assistir então o seriado. Me lembra os dias??
bjs!

Elis (Coisas de Lily) on 31 de agosto de 2009 20:52 disse...

É Mara, a questão é muito complicada.
De certa forma eu vejo como costume, mas quando trazem isso pro entretenimento as coisas mudam de figura.

Bjs!

Clara disse...

Concordo com o protesto, mas ele só seria realmente sincero, se todos fossem vegetarianos. Você vai dizer que não mata o boi, o frango ou o peixe pra comer, mas claro, alguém já matou por você!
Só porque a forma da morte é outra, aí você acha justa?
Me desculpe, mas quem protesta, e come carne, é MUITO hipócrita!

Elis (Coisas de Lily) on 11 de setembro de 2009 00:10 disse...

Clara, também penso por aí.
Só não aceito maus tratos.

Brigadinha pelo comentário.
Bjs!

 

Coisas de Lily Copyright © 2010 Designed by Elis